É Manhã de Natal!

É Manhã de Natal!

Milhões de pessoas, ao acordar nesta manhã, foram em suas árvores de natal para procurar algum presente. Hoje, mais do que nunca, percebi que não preciso chegar nem perto da minha para agradecer pelos meus presentes, assim como na noite do primeiro Natal, o motivo de toda comemoração fez.
Noite de Natal     Não havia árvore, não havia ceia ou ao menos um lugar – sob a limitada ótica  humana – preparado para aquele momento. O cenário era um estábulo (sim, onde os animais são postos para dormir e se alimentar!), um céu com uma linda estrela brilhante sobre o teto e alguns visitantes bastante inusitados: pastores de ovelhas e magos vindos do oriente. Presentes que muitos considerariam inúteis e vazios estavam ali, para viabilizar a realização do Plano de Deus para aquela família – e, posteriormente, a toda a humanidade. E, acima de tudo, uma família que deu suporte à vinda do Deus Soberano Todo-Poderoso como um frágil bebê.
Todos pensam em como tudo aquilo aconteceu. Vou propor uma nova ótica para aquela situação. Já pensou na manhã seguinte?
Será que Jesus já possuía alguma consciência de quem ele era? Será que ele já sabia que daria Sua vida pela vida dos homens? Será que ele já pensava em mim e em você? Será que Ele já sabia que era Deus?
Imagine Maria acordando na manhã seguinte a essas visitas ilustres: olhar o seu bebê e lembrar as dores do parto, sendo reconfortada por aquele ser o Filho de Deus. Talvez estremecer por saber que ele haveria de sofrer, mas lembrando de que Ele haveria de ser o Salvador dos homens, a presença de Deus na Terra em forma de um ser humano, como um anjo havia lhe falado – Emanuel, “Deus Conosco”.
Imagine José organizando a “bagunça” que havia ficado na estrebaria que eles conseguiram de última hora para que pudessem descansar e Maria ter o seu bebê: guardar os presentes (ouro, incenso e mirra) que seriam bastante úteis durante a viagem que teriam de empreender (talvez já soubessem do decreto de Herodes que matava todos os bebês menores de dois anos) para outro país. Talvez ele ainda precisasse fazer o recenseamento, mas não queria deixar Maria sozinha com o bebê. E olhar para o Salvador a dormir, do jeito que ele estava quando um anjo veio lhe dizer para continuar com Maria e, consequentemente, estar ali naquela manhã.
A alegria no coração deles deveria ser indescritível. O medo talvez estivesse ofuscado por ela, mas é possível que eles tenham estremecido ao se levantar naquela manhã. Contudo, sei que eles confiaram em Deus, que os colocou naquela situação e os escolheu para ser a família que o Salvador teria para crescer e ser educado. E tudo começaria naquela manhã.
E é isso que pretendo fazer, ao viver o dia de hoje: agir, confiando que os Planos de Deus são maiores que os meus.

Hoje, ao acordar, na minha cama, percebi que não tenho a mesma sorte do bebê Jesus, mas já fui agraciado com alguns presentes antes mesmo de chegar o Natal – e, a Natal.
Quem imaginou que eu viajaria para Anápolis, receberia um treinamento de altíssimo nível (ainda mais da ABU), seria confrontado por Deus em várias áreas da minha vida e conheceria pessoas excepcionais, como os meus queridões André Zancul, Hilton, Riziely, Matheus, Leandro, Juliana, Paulinha, Sara, Zé Rapha, Napauria, Camilla, Eliezer e tantas outras pessoas que marcaram o início deste ano?
Quem imaginou que eu viajaria para Alagoas duas vezes neste ano e, na segunda, estivesse pensando como um profissional em como agir para ser instrumento de Deus? E, ainda por cima, conhecer e rever pessoas excepcionais, como Ana Isaura, Priscilla, Judson e Sany…
Quem imaginou que eu teria a oportunidade de me mudar para outra cidade, morar longe da minha família e aprender a conviver com outras pessoas tão diferentes de mim? E ter a oportunidade de fazer novos amigos, quer sejam eles pela diversão ou pelos conselhos de pessoas sérias e mais experientes, como Thaís, Renata, Priscilla, Raphael Gaúcho, Rodrigo “Cabelo”, Luiz Eduardo “Totoca” e Rhuan “Presunto”.
Quem imaginou que eu teria a oportunidade de conhecer e ser recepcionado e acolhido por pessoas maravilhosas como as que Deus colocou na minha vida ao entrar em uma nova igreja, como os amados Carius, Wanelle, Wanessa, Anna Mysia, Airton, João, Pedro, Belinha, Mário, Ana Raquel, Sandra, Leonardo, Leozinho, Ludmila, Augusto, Anderson, Fellipe, Aline, Caio, Segundo, Eduardo, Paulinho, Igor e tantos outros?
Quem imaginou, que na minha saga para aprender inglês, eu conheceria pessoas tão queridas como Ana Paula, Marcelle, Mateus, Camila, Ingrid e Ranyere?
Quem imaginou que a internet poderia consolidar amizades construídas in loco, como com os amigos da ABU e aqueles que eu conheci por causa dela? Marília, Raphaela, Ana Flávia, Camila, Nívea, Mardeen, Eudes, Anna Luiza, ABU Natal (quem eu conheço e quem não conheço, os de hoje e de ontem), ABU Recife…
Quem imaginou que a distância contribuiria tanto para consolidar e fazer crescer tantas amizades, como as que eu tenho com Angélica, Rodrigo, Débora, Layane, Silvana, Jeane, Heloisa, Alyne, Stephanie, Felipe “Muskito”, Julyane, Xandinho, Daniel, Daniel, Luanna, Aline, Alinne, Diego, Marcia, Raphaela Belmont e tantos outros que, se eu citar, vou passar algumas horas digitando?
Quem imaginou que eu fosse gostar tão mais da minha família que mora em Recife e das pessoas que ela me proporcinou conhecer? Tia Ceiça, Alexandre, Aurea Alyne, Thiago, Adi, Diwlay…
Quem imaginou que eu fosse entender mais ainda a importância da família na minha vida? E não só a família em que Deus me colocou, com Painho, Mainha, Karlyson e Kivyson, mas também com aqueles que Ele me deu, como Mayara, Mateus, Luana e outras pessoas que são consideradas da família, já?
Quem imaginou que eu pudesse ter tantas ideias para escrever textos que eu mesmo gostaria de ler, como os que eu publiquei no blog?
Quem imaginou que Ele fosse cuidar tanto de mim mesmo sem eu merecer?

Fui injusto citando nomes. Mas não poderia deixar de agradecer a Deus pela vida de cada um. E, acrescento que cada um que foi citado aqui tem um amigo com quem pode contar, além de ter meu respeito e admiração. Cada um por suas características, apesar de, com cada um, eu demonstrar isso de uma forma diferente.

     Eu, pequeno e incompleto, deixo de ser #foreverAlone quando estou com vocês.
Muito obrigado.

Advertisements

About Kelyson

Alguém preocupado sobre a vida e o que vem depois dela.
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

3 Responses to É Manhã de Natal!

  1. Sarah says:

    Massa! Gostei muito do texto, nunca tinha pensado “na manhã seguinte”.
    E realmente temos muito o que agradecer. Mesmo parecendo um caminho estranho, devemos confiar Nele. Nossa ótica é muito limitada pra ver o caminho maravilhoso que ele tem pra nós 🙂

  2. Riziely says:

    Ah que lindo Kelyson!

    Mto gostoso ler sua reflexão, com tamanha maturidade e gratidão!
    E gostei de ver meu nome aí! BOm demais ter a oportunidade de ter te conhecido menino!

    um Xero!

  3. Felipe Muskito xD says:

    Pow kellyson! muito bom teu texto!
    acabei pensando na minha vida ^^

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s